Melhores Momentos de Amante Consagrado!! - SPOILERS!!!

Acabei de fechar o livro.
Mais uma vez tenho de dizer que não há como não amar o livro do começo ao fim.


Pra começo o livro é recheado de momentos de perder o fôlego e meus favoritos estão abaixo.

- Todo o lance da sociedade Redutora é muito mais interessante nesse livro com o Lash sendo revelado filho do Ômega. Tudo se explica. Até ele se entende quando percebe que o verdadeiro "eu" maligno dele ficava escondido apesar de alguns deslizes básicos. E se, a Sociedade Redutora era a parte chata que a gente tem de ler para dar sentido à trama de lutas, dessa vez é necessário se envolver de fato;

- Capítulo 34 com Lash comendo a loira: espetacular!! Os diálogos são perfeitos. Dá pra odiar esse filho-da-puta com cada fibra do ser quando ele diz "Eu teria mais respeito por uma prostituta. Pelo menos elas recebem algo além de esperma". Imperdível!

- A primeira vez que há detalhamento sobre Rhevenge e sua chantagista no Capítulo 35. Tem de prestar bastante atenção porque isso vai ser importante no próximo livro "Amante Vingado". E, só me liguei agora depois que li o livro pela enésima vez, Trez é da realeza da sua raça. Aliás, seu irmão iAm também (adoro o nome com a letra maiúscula no meio!) Ele é um Membro Real da Hisbe das Sombras, seja lá o que isso quer dizer. E... Só deixa as coisas ainda mais interessantes, porque JRW deu umas declarações bombásticas de que Trez cumpriria o papelzinho chato de engravidar aquele monte de Escolhidas;

- Ah, e que delícia o chute na bunda da Virgem Escriba que Phury dá. Detesto aquela prepotente. E a luzinha anda ficando fraca. Será que ela esqueceu de pagar a conta da Light?

- No final, Zhadist cantando para convidar o irmão a vir visitar sua filhinha recém nascida também é lindo demais. Z sempre faz com que tudo fique mais interessante... Amo esse Irmão!


- Há muita coisa nesse livro sobre meu casal predileto: Blay e Qhuinn. Primeiro Qhuinn fugindo da casa de Blay e jogando tudo o que sabia sobre o outro na sua cara. Então, mais tarde, quando Qhuinn e John chegam na casa do ruivo em cima da hora da família dele fugir, a confissão de Blay na frente de John.
Mas o de tirar o fôlego é início do capítulo 42, onde Qhuinn vai cuidar dos cortes de Blay na enfermaria da Irmandade. O beijo é simplesmente perfeito e uma única decisão diferente por parte de Qhuinn teria poupado taaaaaanto sofrimento para os dois... Realmente eu acho Qhuinn uma anta. E acho que é por isso que sygotiamando, seo lyndo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...