Stonehenge


Boa noite, pessoas! Faz tempo que não apareço né? Eu acabo de ler esse fantástico livro. Bernard Cornwell nunca decepciona, Ele é de longe meu autor favorito, embora tenha lido apenas 9 livros dele. Depois de "As crônicas de Artur" esse é o melhor, pelo menos pra mim. Bom deixa isso pra lá, vamos a resenha.


Stonehenge conta a história de 3 irmãos: Lengar, Camaban e Saban. Eles 3 são filhos de Hengall, Chefe da tribo de Ratharryn. Lengar é o mais velho e um guerreiro feroz, desde sempre quis matar e liderar a tribo. Criado como guerreiro e caçador, manejava armas com maestria, próximo na liderança da tribo.

Camaban, a criança aleijada. Nascer aleijado era o pior agouro, o menino só nao foi morto após o nascimento, pois havia nascido marcado pela deusa Lahanna, a deusa da lua.

Saban, o caçula, foi criado nos valores do pai. Como todo menino de Ratharryn ele faria as provas para se tornar homem naquele ano. Ele é o mais gentil dos filhos de Hengal.

Não posso falar dos filhos sem falar do pai, Hengal chefe da tribo, um guerreiro temido, um líder inteligente. Muito bom na guerra, mas prefere a paz.

A história começa com Lengar levando Saban a floresta pra ensiná-lo a caçar e sobreviver na floresta para passar nas provas de hombridade. Chovia muito. Lengar nunca tivera essa intenção de ensiná-lo, não gostava do irmão, queria ser apenas o chefe no lugar do pai.
Neste dia um estranho chega à Ratharryn, um estranho do povo de fora (o povo que fica afastado de Ratharryn e fala uma lingua diferente e possui costumes diferentes). O estranho atravessa o antigo templo em seu cavalo. Ele está ferido, mais parecia um morto no cavalo. Saban e Lengar avistam o forasteiro. Um forasteiro em Ratharryn era pra ser morto, mas ele não apresentava perigo nenhum e Lengar o deixou seguir, mirando-o com seu arco. O forasteiro parou numa árvore grande. Lengar se aproximou do estrangeiro, que tentou reagir mas estava muito ferido, quando viu o guerreiro começou a falar em sua língua, que nem Saban nem Lengar conheciam. Os homens de Ratharryn só entendiam um palavra: Sannas (feiticeira de Cathalo, tribo rival de Ratharryn, a feiticeira mais poderosa e velha, tão velha que ninguém sabia o quanto).
O estranho carregava muito ouro (inxalá). O filho mais velho de Hengal vendo esta oportunidade decide matar o estrangeiro para ficar com o ouro, e atira uma flecha que o acerta no peito, porém o estranho se levanta ainda chamando por Sannas e é atingido por outra flecha. Parecia que o estrangeiro não morreria, o guerreiro mira bem no coração e atira, dessa vez o estranho não se levanta. Lengar percebeu que se quisesse manter o ouro, ninguém mais poderia saber. Saban, que tinha pegado uma das peças em forma de losango que o estranho trazia, percebeu a intenção de seu irmão e começou a correr para sobreviver e mostrar o ouro a seu pai.
Após a chegada do ouro, Ratharryn não será a mesma. Assim começa uma incrível trama que expõem uma teoria para a construção do impressionante círculo de pedras que nos intriga até hoje.

Talvez estejam se perguntando sobre Camaban, ou não.
Camaban por ter nascido aleijado e por ser marcado não podia ser morto. O pai o abandonou deixando-o viver como um pária, fora da tribo. Mas acreditem ele tem uma participação primordial. é meu personagem preferido, ele impressiona demais, pelo menos até metade do livro ele é totalmente imprevisível.

Bom gente, eu não sei se está bom, mas eu gosto muito de escrever sobre os livros que eu gosto. Eu desejo a todos uma boa noite, e até uma próxima.

Abraços, Thiago Theodorio.

2 comentários:

  1. Sempre lembrando que Stonehenge com cerveja faz pirar. Hehehe

    ResponderExcluir
  2. Cara, O Bernard Cornwell é muito foda. Gosto muito tambem da trilogia "O Andarilho".

    Segue uma breve descrição desse livro:

    Após sobreviver à Batalha de Crécy, Thomas de Hookton, o valente arqueiro inglês, é enviado pelo rei numa missão na qual teria de descobrir mais sobre o Graal. Mas Thomas acaba envolvido na luta contra um exército invasor e, nas fileiras inimigas, descobre que há outros na trilha do objeto sagrado. Homens que não se deterão diante de obstáculo algum. Thomas, então, volta à sua aldeia natal em busca de um indício que possa colocá-lo no caminho certo. E encontra pistas que o deixam sob risco ainda maior e que apontam novas direções para a missão.

    Abraço

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...