O Vendedor de Armas - Hugh Laurie: IMPERDÍVEL!!!!


Se você é uma pessoa normal, você ama Hugh Laurie!
Por quê? Porque ele é o Dr. Gregory House, ora bolas!!! E quem não ama o House, com toda a sua rabugice, teimosia, loucura, vícios, falta de educação? Ele é irresistível!


(crédito da imagem para Lost in Chick-Lit)

Eis que descubro que Hugh Laurie escreveu um livro, que, aliás, é muito bem recomendado. É claro que eu iria comprar na primeira oportunidade. Que apareceu num aeroporto, numa viagem a trabalho.
Que sorte!!! Hehehehe

Antes que você comece a ler o livro só por conta da introdução, e descubra que Thomas Lang é tão House quanto o próprio House, tenho que contar que esse livro foi escrito em 1996! Ou seja, muito antes da série existir, de Hugh Laurie ter sido selecionado pra ser o personagem principal e da gente se apaixonar por todos aqueles defeitos que eu destaquei lá em cima.


(crédito da imagem para Seat 42F)

Esse livro é sobre Thomas Lang, um cara muito talentoso. Quando eu digo talentoso, quero dizer que ele sabe artes marciais, defesas pessoais, guerrilha e técnicas de tiro. E o livro começa com ele exercendo seu talento em um cara. E gente, o primeiro capítulo é divertidíssimo! Assim, divertido como um braço sendo quebrado pode ser.

"Imagine que você precisa quebrar o braço de alguém.
Não interessa se é o direito ou o esquerdo. O ponto é que você precisa quebrá-lo porque se não o fizer... bom, isso não importa também. Vamos dizer que coisas ruins vão acontecer se você não fizer isso."
Thomas LangO Vendedor de Armas, pág. 11.


(crédito da imagem para Lost in Chick-Lit)

Mas diferente das resenhas que costumo fazer, onde entrego a estória toda, dessa vez não dá pra fazer isso. Porque acontece tanta coisa, que pra resenhar assim eu teria que reescrever o livro todo aqui de volta. E isso é muita sacanagem. Vocês realmente precisam ler quando tiverem a oportunidade.

Esse livro é sobre conspiração, traição, armas, governo, corrupção. Mas é divertido.
Sei que deu pra lembrar da política brasileira pelas palavras-chave, mas com Thomas Lang as coisas se resolvem, apesar de ele nem de longe fazer o estilo Rambo.


(crédito da imagem para Something Blog)

Minha ansiedade de entregar a estória está nas alturas, mas eu já recitei uns mantras aqui e vou me controlar.
Ao invés de sair tentando contar cada reviravolta que Hugh (para os íntimos) deu na sua narrativa, vou contar sobre os persinagens principais:

Thomas Lang: Ou James Finchan, ou Gregory House, ou o próprio Hugh Laurie. É o personagem principal. Gente, não dá pra não enxergar o House em cada fala!!! O cara é engraçadíssimo, espertíssimo, charmosíssimo... 

"Sonhei com muitas coisas que não vou envergonhar você contando, mas, no final, terminei pensando que precisava passar aspirador no tapete."
Thomas LangO Vendedor de Armas, pág. 27.

"[...] Os guardas da porta nos deixaram entrar tranquilamente, apenas com um passar de olhos.
Reparei que os guardas de segurança britânicos sempre fazem isso; a menos que você trabalhe no prédio que estão protegendo, porque, nesse caso, eles vão revistar dos buracos dos seus dentes até o avesso da sua calça para verificar se você é a mesma pessoa que saiu pra comprar um sanduíche há quinze minutos. Mas se for um estranho, deixam você passar direto, porque, falando francamente, seria embaraçoso demais causar algum problema a um estranho."
Thomas LangO Vendedor de Armas, pág. 30.

Não posso dizer o que ele faz em uma casa que não é dele, tendo o braço quebrado por um brutamontes que ele não conhece, mas vale muito à pena tentar descobrir! Hehehe
Ah, ele adorã motão! Look what he rides!


(crédito da imagem para Motorcycle)

Rayner: o quebrador de braços do primeiro capítulo.
"Estimo que Rayner era uns dez anos mais velho que eu. E tudo bem. Nada errado com isso. Tenho relações ótimas e sem braços quebrados com várias pessoas que têm dez anos a mais do que eu. em geral, pessoas dez anos mais velhas do que eu são admiráveis. Mas Rayner também era uns oito centímetros mais alto do que eu, 30 quilos mais pesado e pelo menos oito qualquer-que-seja-a-medida-para-a-violência mais violento."
Thomas LangO Vendedor de Armas, pág. 12.


(crédito da imagem para Blog Livraria Nobel Assis)

Sarah Woolf: desde a primeira vez que é citada você percebe que Thomas caiu de amores por ela. Não sei por quê? Sério. Não gostei dela da primeira vez que ela apareceu e continuei não gostando dela conforme a estória avançou e terminei achando ela uma grandessíssima féla da pooota. As descrições que Lang faz dela vão se modificando, com ele acrescentando anos à sua idade conforme a trama acontece, mas vou colocar uma descrição logo do primeiro capítulo aqui.
"Ela não devia ter mais do que 19 anos, tinha ombros quadrados e um longo cabelo castanho que ondulava e se animava enquanto desaparecia por trás de seu pescoço. As bochechas altas e arredondadas diziam que ela era oriental, mas essa impressão desaparecia assim que se via seus olhos, também redondos, grandes e cinzentos."
Thomas LangO Vendedor de Armas, pág. 16.

Alexander Woolf: pai da Sarah. Ocupações escusas e intenções idem. Até o final do livro a gente não sabe se ele é mocinho ou bandido. E eu não vou contar! Huahahaha
"Alexander Woolf. Pai de Sarah Woolf, dono de uma elegante casa de estilo georgiana na rua Lyall, no bairro de Belgravia, empregador de decoradores de interiores cegos e vingativos e presidente do conselho e diretor executivo da Gaine Parker."
Thomas LangO Vendedor de Armas, pág. 25.


(crédito da imagem para SerieManiacos)

David Solomon: Não tem como não amar ele desde sua primeira aparição!!! Ele é o fiel escudeiro de Thomas Lang (se alguém se  lembrou do Dr. James Wilson, eu também lembrei!). A relação em si não fica muito bem definida, a gente não sabe por que eles são tão interdependentes, mas o baixinho o chama de "Chefe".
"Pulei da cama e olhei para o Solomon. Ele estava baixinho e animado como sempre e usava a horrível capa marrom que comprou nos classificados do Sunday Express."
Thomas LangO Vendedor de Armas, pág. 28.

Dick O'Neal: Antipático do Ministério da Defesa. Como sempre a gente fica na dúvida do que os empregados do governo querem: o bem do povo e a felicidade geral da nação, ou lucro, a guerra, o interesse pessoal.
"As pessoas dizem que os donos de cachorros se parecem com seus animais, mas eu sempre pensei que isso também é verdade, se não mais ainda, com os homens e suas escrivaninhas. Era grande, lisa, com cantos grandes e lisos, com a cara dele e suas orelhas. Até o fato de não ter nenhum vestígio de barba correspondia ao deslumbrante polimento francês da mesa."
Thomas LangO Vendedor de Armas, pág. 31.


(crédito da imagem para Mundo Itapema FM)

Russell P. Barnes: Outro empregado do Ministério da Defesa, com as mesmas dúvidas que pairam sobre O'Neal. Só que maior, mais cascudo e mais malicioso. Ah, e manda mais também.
"Ele tinha quase 50 anos, era alto e magro e tinha um grande número de cicatrizes e rugas brigando pra ver quem controlaria seu rosto queimado de Sol. Só consegui pensar que ele era tudo o que O'Neal estava tentando ser."
Thomas LangO Vendedor de Armas, pág. 105.

Naimh Murdah: Ah, esse é vilãozaço! Clássico! Tudo nele grita "Dr. Evil"!!! Huahahahaha
"Quando foi chegando mais perto, pude ver que estava na casa dos 50, boa pinta daqueles que tem boa pinta dentro de casa, pois seu rosto tinha um estanho brilho. O reflexo das lâmpadas e dos candelabros dançavam em sua testa, por isso parecia que ele faiscava ao andar. Ainda assim eu sabia que não era óleo ou suor; era apenas um brilho."
Thomas LangO Vendedor de Armas, pág. 143.

Não vou contar mais nada, nem como esses personagens estranhos se interrelacionam. Até, porque, gente, é difíiiicil!!
Leiam, leiam, leiam!!

Até porque, todo mundo que vê você com um livro com uma foto do Dr. Gregory House na contracapa fica doido pra saber do que se trata.

4 comentários:

  1. Amei ... amei e amei esse livro !!!! Mas o seu post não deixa a nada a desejar, parabéns, até mencionei no meu blog (meumundocordeabobora.blogspot.com) ... só não gostei do passarinho do Twitter ... ele fica em cima das letras e tem que tirar ele toda hora rsssss.
    Beijokas e sucesso

    ResponderExcluir
  2. eu vou começar a ler o livro, e vim aqui pra meio que me preparar pra leitura. Mas que invenção é essa de colocar o raio de um passarinho voando pra lá e pra cá na pagina impossibilitando alguns trechos da leitura? colok o twitter na sidebar e pronto mew.

    ResponderExcluir
  3. Oi!!! Ainda não li o livro, mas espero lê-lo... Adoirei seu blog, está ótimo, também adicionei!
    www.happiness-4you.blogspot.pt


    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. @Carol

    Carol, vc é de Prtugal? Acabei de voltar de lá e estou apaixonada pelo país!

    Bjs!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...