O Sussurro Mais Sombrio: Senhores do Mundo Subterrâneo - Livro 4

Oi genti.

Hoje estava aqui tentando colocar em dia minhas obrigações como blogueira independente. Uma dessas obrigações, que, como blogueira independente eu assumi comigo mesma, é a de fazer as porcarias das resenhas das porcarias dos livros que eu leio, ora bolas!!
Mas acontece que, no frigir dos ovos, eu não tenho muito compromisso nem comigo mesma, afinal, eu sou uma blogueira independente. KKKKKKKKK

Aike bobela!

Mas, vambora embora.

Ficamos com O Sussurro Mais Sombrio, o quarto volume da série Senhores do Mundo Subterrâneo.


(crédito da imagem para Literatura de Cabeça)
Agora começa o problema.
De acordo aqui com o meu Skoob, eu terminei de ler esse livro em dezembro do ano passado (pra vocês verem como eu estou defasada nas resenhas...). E, é claro que depois dele li uns trocentos outros livros. O que quer dizer que, a não ser que fosse um livro extremamente marcante (tipo Jogos Vorazes, que li esse ano e que pooota-que-pario, é bom bagarai!!!) eu realmente não iria conseguir me lembrar de muita coisa.

Então tive de apelar e reler minhas próprias resenhas pra ver se tinha alguma dica, porque "Do que é mesmo que esse livro fala?"
Relembrando: 
- A Noite Mais Sombria: resenha do Peixinho;
- O Beijo Mais Sombrio: meu predileto até agora;
- O Prazer Mais Sombrio: levemente perturbador, ou seja, ótemo!

E, já que falamos nos volumes anteriores, vale à pena recomendar que você leia todos eles antes de chegar nesse aqui (vai que você se anima com a resenha e quer pular as etapas... Hehehehe)

Sobre a capa:
Eu já tinha falado por aqui que gosto da arte da nossa edição brasileira, que acho mais elegante do que, por exemplo, as capas das nossas edições da Irmandade da Adaga Negra. Mãnnssss, as edições originais, apesar de adotarem a receita da capa com os modelos mega-gostosos sem camisa, acertam, ah se acertam, na escolha de caras que são absolutamente perfeitos pela descrição que a Gena Showalter faz do Senhores nos livros.



(crédito da imagem para Tudo em Livros)

Esse Sabin da capa original é muito tudo!!! (OK, mas o meu preferido eváaahhhhh ainda é o Lucien, seo lyndho!)

Sobre a Coleção:
Vamos fingir que você caiu aqui de para-quedas e não sabe do que se trata essa coleção.
Pois bem, Senhores do Mundo Subterrâneo é uma coleção de romance sobrenatural escrita pela Gena Showalter (olha ela ali.).


(crédito da imagem para Book Faery)
Tirando essa sobrancelha malditamente fina (e, conforme meu stylist - Sim, porque, eu sou chique a esse ponto. Eu tenho um stylist de sobrancelhas. KKKKK - sobrancelhas muito finas deixam a mulher com uma fisionomia vulgar - Sim, ele fala assim mesmo. KKKKKK), Gena não é tão barangosa como as autoras de romance costumam ser.

Nessa coleção há a construção de uma nova mitologia, envolvendo o pessoal do Olimpo, criaturas bestiais, anjos, demônios, Céu, Inferno, e tudo o que a Gena achar pertinente para colocar nessa sopa.

Os Senhores são um grupo de guerreiro de elite que protegia os deuses olimpianos, mas, enganados por um dos demais, foram convencidos de que estavam comendo mosca e que precisavam abrir a Caixa de Pandora de qualquer maneira, que ia ser legal, que seria maneiro, que daria tuuuudo certo.
É, babou. Foram castigados, expulsos e amaldiçoados a cada um carregar dentro de si um dos demônios que habitavam a caixa.

E, conselho de amigãnnn, Gena: chega de colocar personagens na trama...
Gente, é mointa gente!
Não tenho ideia nem da quantidade total de guerreiros, imagina do resto que esta implicado na estória.

Ah, e tem também os Caçadores, o pessoal que está tentando matar os Senhores a qualquer custo. O pessoal tem sempre uma Lemniscata (ah, e quem sabe o que é uma Lemniscata? Ora, pois, é o símbolo do infinito, aquele 8 deitado) tatuado no pulso. Portanto, quando você vir alguém com isso:


(crédito da imagem para Dominador)

Corre que é cilada, Bino!

Ah, Gabizinha, mas você está sendo tão superficial sobre essa coleção...

Eu sei. Isso por dois motivos: estimular as pessoas a lerem a coleção, porque, diferente de outras coleções badaladas, mas muito chatas, essa coleção é realmente envolvente e bem escrita; o outro motivo é porque eu já não me lembro de muita coisa, genti...

Sobre o Livro:
Comecem a leitura perdoando a Gabizinha por não se lembrar mais de todos os detalhes (mas eu dei uma coladinha no Lendo nas Entrelinhas, Livros e Gostosuras, Sobre LivrosTudo Sobre Livros e na minha própria estante do Skoob).

O personagem principal dessa vez é o Sabin, o Guardião do Demônio da Dúvida. Ele coloca em dúvida todo mundo que chega perto. Bem, mais ou menos, a verdade é que ele vive uma relação de amor e ódio com seu demônio. Tem até alguns guardiães que conseguem lidar bem com seu demônio particular, mas Sabin está em constante luta contra as tendências de Dúvida. Ele é meio traumatizado por ter feito uma mulher de quem ele gostava duvidar tanto de si que se suicidou.

Então, papo vai, papo vem, a galera toda saiu pelo mundo procurando as instalações dos Caçadores, e encontraram dentro de uma cripta de pirâmide no Egito um laboratório que procurava inseminar fêmeas de criaturas mitológicas e desenvolver uma raça híbrida entre humanos e bestas. Acharam a Gwendolyn, uma harpia.

As harpias, são muito poderosas. O suficiente pra fazer kebab de Senhor do Mundo Subterrâneo. E tá todo mundo se cagando de medo por ter uma harpia por perto, mas parece que Sabin, não sei como, consegue acalmar Gwen pra ela não dilacerar o pessoal.


(crédito da imagem para Vivências em Biologia)
Gwendolyn, quando perde a paciência, deve ficar mais ou menos assim.



(crédito da imagem para Vivências em Biologia)
Só para constar, as harpias realmente existem e são assim como essa de cima. Tem 2,5m de ponta a ponta de asa e pode pesar até 10 kg! Lindas!!

Pelo que li no meu Skoob, eu gostei bastante do livro e comprei de cara a estória de Gwen e Sabin (diferente do que aconteceu com Reyes e Danika, de quem eu não gosto até hoje - mas gosto do Reyes, he's soooo weird!).

Tenho sempre mais dificuldades com as heroínas do que com os protagonistas (por que será? Será que é porque eles são sempre lindos, musculosos, sensuais e cheios de conflito internos? Será?). Gwen é insegura e precisa sempre de alguém pra lhe dizer o que fazer, seja Sabin ou suas irmãs (a quem ela ama e teme).

E Sabin? Cara ele é um anti-herói, porque não é bonzinho e infalível. Ele engana, mente e faz qualquer coisa pra alcançar o objetivo final, que é o de destruir a organização dos Caçadores pra que os Senhores possam ficar em paz. E o primeiro motivo pra ele ter se aproximado da harpia foi justamente esse: a possibilidade de usar seu poder contra o pessoal do mal.

Ah, mas esse é um livro de "romance sobrenatural", então, fia, claaaaaro que rola sentimento e no final as coisas deixam de ser só interesse nos poderes da Gwen.

O final é meio WHATAFUQUI?!?!?!?!, mas no bom sentido. Fica um monte de coisas no ar, mas também tem um monte de coisas reveladas... Aikomo eu tô misteriosãnn!

E, acho que eu tenho um novo amor: Torin, o Guardião do Demônio da Doença. Tão triste e tão fofo... Comé que a Gena vai conseguir resolver o problema dele é que eu não sei. Mas vale a pena continuar acompanhando a série só pra saber!!

Em tempo: eu tenho o próximo volume, A Paixão Mais Sombria, sobre o Guardião do Demônio da Ira, Aeron, mas ainda não li. Além dele não há mais nenhum lançado no brasil, apesar de já terem sido lançados:
- The Darkest Lie (A Mentira Mais Sombria - tradução livre do Peixinho): lançado em 2010, sobre o Guardião do Demônio da Mentira, Gideon;
The Darkest Secret (O Segredo Mais Sombrio - tradução livre do Peixinho): lançado em 2011, sobre o Guardião do Demônio dos SegredosAmun;
The Darkest Surrender (A Rendição Mais Sombria - tradução livre do Peixinho): lançado em 2011, sobre o Guardião do Demônio da DerrotaStrider;
The Darkest Seduction (A Sedução Mais Sombria - tradução livre do Peixinho): lançado em 2012, sobre o Guardião do Demônio da PromiscuidadeParis.

10 comentários:

  1. adoro suas postagens! o próximo livro é o melhor!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amore!

      Será que consegue superar meu amor pelo Lucien? Olha q eu amo aquele dotoso pra caramba!! Hahahahaha

      Ainda esse ano eu leio!
      Depois te conto.

      Bjus!

      Excluir
  2. querida gabi, pára com esses posts engraçados LOL :))Eu racho o bico aqui no trabalho, não pode!!! Menina, tô pra começar essa série há tempos e até hoje não comecei. Voltei láaaa no seu prost do primeiro livro da série e achei bem interessante. Então, acho que vou ler! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mary, dá sim uma chancha...
      Os Senhores não são os Irmãos, mas servem bem quando a gente tá carente e precisando amar uns personagens fofos.

      Eu adoro saber q vcs gostam dos posts... Fico toda boba!
      Porque, na verdade, posts vanilla sobre esses livros, tem de balde. Até porque nenhum é assim tão novo. Então o Peixinho tem de ter algum diferencial, então, que seja engraçado! Hehehehe

      Obrigada pelos elogios, linda!!!

      Beijocas!

      Excluir
    2. Então, comecei a ler o primeiro livro ontem. Depois te falo se gostei :)

      Concordo com você, p éixinho tem um mega diferencial, e não é só porque os posts são engraçados (mas eles são, viu. Ontem rachei de rir com sua resenha de Amante Libertada, lol) , mas é porque vc realmente dá sua opinião e conta as coisas com detalhes. É muito bacana!beijos

      Excluir
  3. Sou até um pouco suspeita pra falar dessa serie, pq sou completamente apaixonada pelos Senhores, e ADOREI ler seu ponto de vista Gabi, muito divertido mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Amei a postagem e amo os SENHORES, porém tenho uma queda mais acentuada pelo Paris (por que será? hehe). Eu comprei os 3 primeiros tudo de uma vez e já li até o Sussurro, o do Ira estou pra ler desde o ano passado, mas são tantos livros TDB que eu estou completamente perdida, no meu skoob estou no meio da leitura em 20 livros (pirei)...

    ResponderExcluir
  5. Gabi,vc consegue fazer uma resenha que é a parte do livro,eu quase desmaio de ri com seus comentários,o que mais gostei foi a sobrancelha da Gena e corre que é cilada Bino,Hilário.
    esta resenha está show!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha

      Como eu disse p Mary, esse livro é tão manjado, que eu tive que fazer uma resenha com algum diferencial, nem que seja a palhaçada!

      Obrigada, gata...
      Tem pessoas que acessam o blog (você é uma delas!) que eu snto como se fossem minha família virtual!

      Beijocas!!

      Excluir
  6. Peraí, sai sai sai que o Torin é o meu favorito desde o início! Não vem não! haeihaeihaeiuhaeiuaeh Só consigo imaginar algo inicialmente muito platônico pra ele, é a minha cara! haieuhaeiuhaeiuheaih Mas claro que não pode ficar assim... quero muuuuuito um livro só dele.
    E tb me acabei de rir com o "corre que é cilada"! aheihaeiuheaiuaehiuaeh Essa é a Gabizinha! Mesmo não lembrando do livro, ainda consegue escrever a resenha! É isso aí, amiga! hiaeuheaiuheaiuhaeiuh
    Ah e eu já disse isso, mas tb gosto muito das nossas capas brasileiras pra essa série!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...