2012: Os Melhores, Os Piores e Os Marromenos


Oi queridos!!!!!!

Fazendo o balanço do ano que acabou tenho muita coisa a comemorar em relação ao Peixinho Prateado.
2012 foi para o Peixinho um ano muito importante e muito divertido e eu só posso agradecer a vocês todos, que estiveram comigo nos bons e maus momentos, que deixaram palavras de carinho nos mais de 1.200 comentários, que enviaram energia positiva quando eu mais precisei.

Por isso, não há MUITO OBRIGADA que consiga traduzir o carinho que tenho pelos meus Peixinhos lindos, que são vocês que frequentam o blog!!!

Thy amu, seus lymdhos!!!!!!


Separei aqui alguns números que me deixaram de queixo caído, pois como já disse um zilhão de vezes, esse blog é escrito sem nenhuma pretensão de se tornar mais do que ele já é, e mesmo assim ele está muito maior do que eu jamais imaginei!!

 - Somos 280 Membros!!!


- Mais de 100.000 visitas!!!
- Quase (quaaaaase) 490 opções Curtir na Página do Facebook!!!

Por isso e por muito mais, acho que é válido rolar um Especial sobre os livros que eu li em 2012: Os Melhores, Os Piores e o Marromenos.

Antes de começar, genti, não estranhem se vocês chegarem à conclusão de que são poucos livros. Eu realmente não consigo ler tanto quanto as cálegas dos outros blogs. Elas são muito profiça e eu sou muito preguiçosa. Hehehehehe

Ah, e vamos lembrar sempre que opinião é igual bunda: cada um tem a sua. Ou seja, pode ser que um livro que eu considere meia-boca seja o seu favorito. Por isso, mesmo que esteja escrito aqui que ele não me agradou, dê uma chance. ;-)

  • Romances Sobrenaturais: meu gênero predileto!
São aqueles livrinhos delícia, escritos com uma linguagem mais adulta, com conteúdo mais erótico, sendo o público alvo mulheres adultas com mais de 25 anos (o que não quer dizer que as novinhas não leiam desesperadamente  né gallere? Huahahahaha).

- O Pior:
Sem sombra de dúvida, o pior livro do gênero Romance Sobrenatural que eu li esse ano foi o péssimo Príncipe Sombrio da Christine Feehan. Decepção total com ele, desde a estória fraca, os diálogos cansativos e a tradução duvidosa.


- Os Marromenos:
Esse ano foi meio fraco de leitura de Romances Sobrenaturais pra mim. Os lançamentos da minha musa J.R. Ward são os que sempre puxam o barco, mas esse ano nenhum dos dois títulos - Lover Reborn e Rapture - dela me agradaram completamente. Ela já fez muito melhor antes e esses dois pareceram livros preguiçosos: não são um desastre, mas também não tiraram meu fôlego.
Também não fiquei impressionada com o Ascensão da Meia Noite da Lara Adrian, mas não posso dizer que foi um livro inteiramente ruim.



Os Melhores:
Como os lançamentos da WARDen não foram essa coca-cola toda e eu tive a oportunidade de comprar alguns livros dela lançados em Portugal, tenho de dar destaque ao excelente Na Sombra do Amor, que é o nosso Amante Consagrado. Sei que esse livro não é lá muito apreciado pelo público em geral, mas definitivamente é um dos meus prediletos da Irmandade.
Outro livro que pirou meu cabeção foi o Plesaure Unbound da coleção Demonica da Larissa Ione. Nem preciso falar que ele tem todos os elementos que eu gosto em um Romance Sobrenatural: estória bem escrita, personagens carismáticos e bem construídos e muito erotismo.



  • Young Adults: Não tenho mais 17 anos, mas a gente lê mesmo assim.
A maioria dos livros desse gênero me irrita profundamente, mesmo assim tenho várias coleções. Agora que sou um Peixinho mais esperto, evito comprar coleções de Young Adult a não ser que sejam muito bem recomendadas por pessoas de extrema confiança. Hehehehe
Esse livros geralmente apresentam os conflitos, na maioria das vezes, de garotas quando saem da adolescência e começam a entrar na vida adulta. Os primeiros conflitos amorosos são tema constante. Muitas vezes também apresentam elementos sobrenaturais, mas o drama principal está na sua auto-descoberta.

O Pior:
Nossa, esse livro foi pavoroso. Uma tortura para conseguir acabar de ler. Estou falando de Paixão da série Fallen da Lauren Kate. Luce continua me irritando profundamente e a estória continua confusa e sem sentido. Ainda bem que a série Fallen finalmente acabou com o quarto volume: Êxtase (já devidamente parado na minha estante - mal posso esperar para ler logo e terminar essa série de uma vez por todas!). A má notícia é que a Disney comprou os direitos e vai transformar essa estória besta e sem-sal em filmes. Afff...


Os Marromenos:
Pra vocês verem como eu não sou tão malvada assim, vou indicar como os Marromenos (aqueles que nem foram tão ruins assim) em Young Adult dois livros de uma coleção com a qual eu sempre impliquei: House of Night. Esse ano eu li Queimada (7º livro) e Despertada (8º livro), o primeiro bem melhor que o segundo, apesar de que o segundo nem foi assim tão pavoroso.


O Melhor:
Eu juro que existe uma postagem em andamento sendo feita com cuidado e carinho e que não conseguirá traduzir como foi feliz eu conhecer esse livro: Jogos Vorazes da Suzanne Collins. Foi um dos melhores presentes literários que eu já ganhei e um dos livros mais fodásticos que eu já li!!



  • Variados: Aqueles que a gente lê pra dar um descanso à mente - ou não!
Nessa lista vão livros com temática variada que a gente às vezes escolhe ler pra dar aquela "limpada" dos temas que mais ocupam nossa estante. Como eu costumo ler muito Romance Sobrenatural, Young Adult e M/M, os livros de outros gêneros servem pra resetar minha cabecinha antes de eu iniciar a leitura de alguma coisa num dos gêneros acima.

Os Marromenos:
Felizmente não houve nenhum livro "variado" que tenha sido ruim. Fui bem feliz nas escolhas e a maioria pirou meu cabeção. Os que menos piraram foram o Cordas Rompidas da Rafaela Guimarães e o Chantilly da Mare Soares. Os dois têm resenha aqui no Peixinho e para os dois eu recomendo uma leitura com carinho, pois as duas autoras estão nas suas estreias e ainda vão se aprimorar com o passar do tempo. #GabiBoazinha.


Os Melhores:
Esse anos a safra de livros de temas variados foi muito boa!!
Li o 6º livro da coleção Diário de um Banana, Casa dos Horrores, e me derreti de amor pelas bobeiras que Greg Heffley aprontava com seus amigos e sua família.
O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams é um clássico que eu demorei a conhecer e que recomendo para absolutamente qualquer pessoa. É um livro genial: genialmente escrito. Qualquer um que goste de cultura pop é obrigado a ler!!
Um livro que me fez pensar muito e me levou do ódio ao amor foi o A Cama na Varanda da Regina Navarro Lins. Ele fala sobre relacionamentos: quase todos os seus aspectos - do amor romântico às traições; do casamento aos relacionamentos abertos; dos hetero, homo, bi, polisexuais aos assexuados. Tem cara de tese de doutorado, mas sem a imparcialidade que um trabalho acadêmico necessita: Regina é muito passional ao defender seus pontos de vista. Vale à pena ler e concordar ou brigar com as afirmações da autora.
Tive nas minhas mãos um livro que também é essencial para todo mundo que ama cultura pop: Clube da Luta de Chuck Palahniuk. Sim, é o mesmo livro que inspirou o filme homônimo com Edward Norton e Brad Pitt. E se você viu o filme, achou foda, - como 99,99999999% da população inteligente da Terra - imagine que o livro é ainda mais foda!!! #Sijoga fortemente!




  • M/M: Hotter than Hell!!!!!
Agora é a hora em que eu tenho de confessar que, na verdade, pipow, o gênero que eu mais li esse ano foi o delicioso M/M!!
Esperar pelo desfecho de Blay e Qhuinn faz com que as pervas precisem alimentar a imaginação com uns livrinhos bem safados e gráficos onde a gente consiga visualizar com riqueza de detalhes tudo - TUDO - o que pode acontecer entre dois caras.
Como esses livros foram os que mais piraram meu cabeção, vamos fazer uma classificação diferente para essas joias: pimentas - quanto mais pimentas, mais quente foi o livro e mais a Gabizinha teve de usar o chuveirinho! Huahahahahahaha

1 Pimenta: Para as iniciantes em livros homo.
Os romances M/M ganharam de lavada na minha preferência em 2012. E, tal como os romances hétero, há níveis diferentes de graduação picante para eles. Mas o melhor é que eles não só são muito excitantes, como são muito bem escritos! Por isso esses classificados com uma só pimenta não deixam de ser muito bons, mas tem o foco na estória que se desenrola, e o sexo nem sempre tem tanto destaque ou é tão descrito.

Hot Target da Suzanne Brockmann, com o detetive Jules Cassidy (e resenha aqui no Peixinho) foi investimento porque a WARden contou que se não fosse por autoras como a Suzanne, ela não teria tido coragem de escrever a estória de Blay e Qhuinn. Thriller policial com um romance M/M no meio: ô diliça!!
Ainda da Suzanne Brockmann eu li o livro seguinte com o detetive Jules Cassidy, o mais uma vez excelente, Force of Nature. Uma fofura ver o final feliz de alguém depois de tantos problemas e dramas pessoais.
E casamento, que não ama? E quando Jules consegue que seu grande amor lhe diga sim no meio de uma confusão deliciosamente deliciosa. Assim foi o All Through the Night da Suzanne Brockmann. E, claro que tem final feliz!!
Mesmo o vilão merece sua redenção, por isso, recomendo fortemente o When Tony Met Adam da Suzanne Brockmann, fechando o ciclo da vida amorosa de Jules e de todos os envolvidos nela.



O último livro M/M classificado com uma pimentinha que eu li em 2012 foi o Ethan, Who Loved Carter de Ryan Loveless. Muito doce esse livro... É um água com açúcar gay, extremamente recomendado para quem ainda não se convenceu de que livros M/M são fodas!


2 Pimentas: Ótimas estórias, com ótimas cenas de intimidade.
Classifiquei com duas pimentas os livros M/M que li em 2012 e que tinham não só excelentes estórias, como cenas de sexo muito bem feitas, daquelas que a gente consegue comprar sem pestanejar.

Esse foi o caso de Cut&Run de Madeleine Urban e Abigail Roux, altamente recomendado pelas pervas de plantão. Inicio da relação dos agentes do FBI Ty e Zane misturado com um caso policial muito bem escrito.
Ainda na linha dos homens da lei que se apaixonam por outros homens - no caso, homens fora da lei! - temos Shades of Gray de Brooke McKinley e Shattered Glass de Dani Alexander. Imperdíveis!!
Zero at the Bone da Jane Seville, ao contrário dos últimos dois, acontece quando um matador de aluguel se apaixona pelo seu alvo e faz de tudo para salvá-lo de outros matadores que estão atrás do cara - o final é excelente! Esse é um dos GFU (Gay For You) mais bacanas que eu já li.
Dois livros da coleção Qhuinn Security de Cameron Dane se destacam com duas pimentas: Finding Home e Saying I Do. O início de um relacionamento e a conversão de um cara galinha em um ursinho fiel em um livro, depois um casamento super fofo no outro! E, muita investigação no meio, já que a Qhuinn Security é uma empresa de investigadores particulares.




3 Pimentas: Estórias inesquecíveis com as cenas de sexo mais fenomenais que eu já li na vidaaaaaa!!

Nessa catiguria estão os três livros mais quentes que eu li eváaahhh, madafaka. Não só os autores foram muito felizes nas suas tramas, como desenvolveram as estórias magistralmente e conseguiram escrever as cenas de sexo mais excitantes que meus olhinhos tiveram a alegria de conhecer.

Medalha de Bronze: Cameron Dane se superou no último livro da coleção Quinn Security, o Breaking Logan's Laws. Os livros anteriores são muito bons, mas o BLL é fenomenal. O ex-detetive Logan tendo de trabalhar em uma investigação complicada, lutando para não se apaixonar por Nate e enfrentando cada uma das regras que ele mesmo criou para não se decepcionar em seus relacionamentos. Não tem como não ser completamente conquistada por essa coleção!


Medalha de Prata: Foi complicado conseguir me decidir entre o primeiro e o segundo lugar dentre os melhores livros M/M que li esse ano, mas depois de muito me debater, decidi que a Medalha de Prata vai para o Str8te Boys da Evangeline Anderson. Foi um dos primeiros M/M GFU que li e foi amor imediato e irrestrito. Como ignorar o envolvimento delicioso de Duke e Mav, as lutas internas para admitir que o que um sente pelo outro é muito maior do que uma amizade. E os joguinho de Gay Chicken? Muitas e muitas calcinhas trocadas!! Huahahahaha


Medalha de Ouro: E o melhor do ano, sem sombra de dúvida o mais excitante, ganhando por pouco como o melhor escrito, que fez eu voltar a reler as mesmas partes mais vezes, foi o maravilhoso Hot Head do Damon Suede! A estória dos bombeiros de Nova Iorque, o relacionamento de amizade, as inseguranças, as provocações que a gente não consegue descobrir até o final se eram intencionais ou não, e o fato do personagem principal ser todo e completamente ruivo, tudo isso, num livro deliciosamente escrito, com as cenas de sexo mais quentes do universo e com o nível de descrição e o tamanho perfeito!! Olha, sou muito suspeita pra falar, porque esse livro pra mim é sem comparação e só de lembrar dá vontade de reler (olha que eu já li 4 vezes!!). Hot Head foi a melhor surpresa do ano de 2012 e infelizmente - ou não - também um dos primeiros M/M GFU que li, o que fez meus padrões subirem muito e os outros livros parecerem nhé perto dele. Indispensável para qualquer pessoa que curta romances M/M e para todas as que estão roendo as unhas esperando por um outro certo ruivo ter seu final feliz.



Agora é cruzar os dedos para que 2013 traga um monte de livros deliciosos e tentar vencer a preguiça para que sejam muito mais livros lidos do que em 2012.

6 comentários:

  1. Young Adults: Não tenho mais 17 anos, mas a gente lê mesmo assim.

    A maioria dos livros desse gênero me irrita profundamente, mesmo assim tenho várias coleções.
    lendo teu post kkkkkkkkkkkkkkkk
    pff... posso nem falar nada de young adult, pq, né... kkkkkkkkkkkkkkk
    Cut&Run com 2 pimentas??
    imaginava q fosse merecer mais kkkkkkkkkkk



    Medalha de Prata: Foi complicado conseguir me decidir entre o primeiro e o segundo lugar dentre os melhores livros M/M que li esse ano, mas depois de muito me debater, decidi que a Medalha de Prata vai para o Str8te Boys da Evangeline Anderson. Foi um dos primeiros M/M GFU que li e foi amor imediato e irrestrito. Como ignorar o envolvimento delicioso de Duke e Mav, as lutas internas para admitir que o que um sente pelo outro é muito maior do que uma amizade. E os joguinho de Gay Chicken? Muitas e muitas calcinhas trocadas!! Huahahahaha

    então comecei bem nas leituras m/m kkkkkkkkkkkkkkkkkkk obrigada! kkkkkkkkkkk
    e Hot Head: caçando o livro pra ler, pq, né kkkkkkkkkkkkkk


    Nem comentamos das "ciladas", né... kkkkkkkkkkkk e sobre Rapture e Lover Reborn, minha birra com Lover Reborn é pq sou teimosa e queria a Wellsie de volta com a criança e tudo; e Rapture, como sou fã da Devina e ela rouba a cena, vilã diva de tudo, isso conseguiu fazer com que eu não me irritasse com o relacionamento que não ficou tão legal assim do Mathias e da Mels.

    beijões!

    ResponderExcluir
  2. Eita que agora o bagulho ficou frenético aqui.
    Menina, tu sabe que nunca li nada M/M? Tô até com medo de Blay e Qhuin. Se bem que... depois de elogios tão elogiosos eu fiquei mega curiosa e muito na vontade. Pena que todos os títulos que tu falou são em inglês e eu não saco nada dessa língua. Snif snif
    E ó... o resto do post está ótimo, eu é que só prestei atenção nessa parte.

    ResponderExcluir
  3. Gata, parabéns pelo blog! Eu, como sempre, adoro! sinto que cheguei atrasada na festa, mas que fui muito bem recebida! :D

    Vc sabe o quanto te curto e o seu carinho e dedicação com as coisas e pessoas que você gosta!

    Um beijo enorme e cruzando os dedinhos pro nosso futuro! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amorecoooooo!!!!

      Vc é da família!!!!
      O máximo a gente ter se conhecido e ter fáaaarios planos para tocar um monte coisas bacanérrimas pela frente!!
      Quem viver verá!

      Beijão e a gente continua confabulando después!

      Excluir
  4. Meu nome agora é chuveirinho? Vou comprar um combo do away pra você. :)

    Daniel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Neni, não posso sair por ai contando nossas intimidades, amor!
      Vai q o pessoal descobre q a gente faz saliência! Huahaha

      Me joga na parede, Zadist; me amarra, Christian Gray; sussurra no telefone, Rehvenge.

      Beijocas, Neni, e obrigada pelo comentário! :-*

      P.S.: Topa uma saliência mais tarde?

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...