Tarde de Autógrafos da J.R. Ward e The Beast: Só Spoilers!!

Zenthy, negócio é o seguinte: tem gente que é curiosa e não 'guenta esperar pra ler os livros.
Eu sou assim. 
Se você é assim como eu, mas não lê em inglês, deve estar com os fundilhos pegando fogo de curiosidade sobre o que acontece no último livro da Black Dagger Brotherhood, nossa Irmandade da Adaga Negra, e também sobre o que a autora soltou de nuvidadis na última tarde de autógrafos (que rolou dia 09 de abril de 2016).

Como na última postagem achei que tava muito cedo pra sair contando tudo de mais relevante que rolou no The Beast, vou aproveitar e matar dois coelhos com uma cajadada só aqui nesse post, juntando tudo quanto é spoiler de uma vez.

"Mais novo da série 'tão popular que eu não acho que exista um leitor hoje que ao menos não tenha ouvido falar da Irmandade da Adaga Negra.'" - Tradução do Peixinho
(crédito da imagem para o Facebook da Warden)

Se você não quer saber de nada e ter várias surpresas quando for finalmente ler o livro na versão brasileira editada, suavizada e bem diferente da versão original, PARE DE LER AGORA!

Se não consegue resistir, me segue!
Spoilers do The Beast

(crédito da imagem para o Facebook da Warden)


Vamos ao que interessa, beibis!
Vamos seguir o roteiro que coloquei na última postagem, estragando a estória de um personagem por vez. Hehehehe

Rhage e Mary
Rhage toma logo um tiro no início do livro porque ele simplesmente ignorou Vishous, que se ligou que a visão que ele teve sobre a morte de Rhage iria acontecer naquela noite.

Não sei se cês lembram, mas Vishous teve visões sobre as mortes de todos os membros da Irmandade. Ele sabe como vão acontecer, só não sabe quando. Eu acho que ele só nunca viu a própria morte, ou coisa assim. Vou ter que pedir ajuda para os universitários para confirmar ou negar essa informação.

Rhage entra numa de querer ser papai. No início é uma coisa meio "subconsciente", depois se torna insuportável. Tão insuportável que ele acha que é uma excelente ideia morrer e ir para o Fade, já que a Mary seria mandada junto assim que ele batesse as botas.
Agora, só não entendo como isso curaria a fossa de não poder ser papai, viu.

Enfins, ele toma um tiro no coração, vai morrer, mas então a Besta surge. Ele se transforma e o tiro não afeta a Besta como afeta Rhage. O dragão sai locão atrás de Vishous e do Assail.

É quando chega a Mary, a única capaz de domar o bicho. Ela consegue acalmar o dragão e fazer o Rhage voltar. O que não é uma boa ideia, já que quando ele volta, o ferimento da bala começa a cobrar seu preço e Rhage definitivamente dá uma morridinha.

Ni qui qui o Rhage tá morrendo, mesmo com o pessoal médico tentando manter ele vivo sem sucesso, Vishous dá uma chegada na casa da mamis. Chega lá literalmente metendo o pé na porta e exigindo que a véia dê um jeito de salvar Rhage.
O que ele encontra no Outro Lado deixa ele assustadão: de über poderosa, a Virgem Escriba nada mais é do que uma luzinha disforme flutuante que não tem energia nem pra fazer funcionar o controle remoto da televisão, quanto mais pra reviver o Rhage.
Como sempre ela diz que não vai fazer nada, que é preciso manter o equilíbrio e bla-bla-bla.
Vishous sai de lá mais preocupado do que quando entrou e com a certeza de que Rhage já era e que sua mãe tá no mesmo caminho, todo mundo indo pra vala.

Mas aí Mary tem a ideia de cem milhões de dólares: toca a tattoo de Rhage e pede para o dragão curar Rhage por dentro.
Essa parte é interpretada por Vishous como sendo um último favor da VE, mesmo ela tendo dito que não iria fazer nada. Ele acha que a ideia de Mary foi inspirada pela VE.

O dragão cura Rhage e pimba. Não sobra nem cicatriz.

Agora, veja só, achei muito besta esse desfecho. Acontece logo no inicinho do livro e não dá em nada. Só evidencia que o Rhage está meio bagunçado psicologicamente porque quer ser pai e Mary não tem como.
Não achei nada legal o fato de que Vishous estava errado na sua visão. Achei que, pelo bem da continuidade e coerência, alguém teria que morrer de fato: ou o Rhage ou a Besta. Se Vishous estava errado nessa visão, ele pode estar errado sempre daqui pra frente. O que eu acho que não foi inteligente da parte da Warden.

Ao mesmo tempo a Mary tem uma garota órfã na Safe House, onde ela trabalha com Marissa para dar um abrigo para vampiras que estejam sem recursos ou tenham sofrido violência doméstica.
Sem enrolar muito, o lance é que pra todo mundo ficar feliz, ela e Rhage terminam adotando a garotinha. Isso só acontece no final, tá.

O meio, entre a Mary se envolver no drama da garota, levar a Bitty para conhecer o Rhage, os dois se darem super bem, o dragão adorar a garotinha também, e eles finalmente resolverem a papelada pra adotar a erezinha vampira é aquele clichezão de sempre. Nem merece muito destaque.

Mas é isso. Terminam felizes para sempre, como uma filhinha de 13 anos, que se dá super mega bem com todos da casa. Rhage sai da bad porque agora é papai, Mary vira mamãe e a casa ganha uma criança um pouquinho mais velha pra cuidar do resto dos pestinhas.

A parte que mais merece destaque é a Bitty empolgadaça com todos na casa quando chega. Ela fala com Fritz, com John e é a coisa mais fofinha Zsadist, todo delicado, falando com ela quando ela chega.
Definitivamente, amo Zsadist!


Vishous
Já contei ali em cima que ele descobre que a mãe dele está, pela falta de uma definição melhor, morrendo.

Ele aparece muito no livro. Primeiro junto do Rhage, depois sendo nossos olhos quando testemunha que tá dando ruim pra VE, e também quando faz o link com o Assail e sua afiliação com os assuntos da Irmandade.

Ela também tá o tempo todo atuando como médico, sugerindo que o Assail faça uma desintoxicação por conta da quantidade absurda de cocaína que o vampiro tá praticamente comendo com farinha, e atuando no parto da Layla.

Ah, é. A Layla vai parir nesse livro.
Mas a gente fala melhor mais pra frente.

Pra mim o grande destaque foi essa parte que vou transcrever aqui embaixo (é um pedaço grande, mas não tem como colocar só uma parte, senão fica fora de contexto).

Ele, sem querer, flagrou um momento de ternura entre Rhage e Mary. Os dois estavam dançando no escuro, sem música e pareciam super apaixonados.
"God, in comparison, his and Jane's relatioship seemed kind of... clinical.No dancing in the dark for them, not unless it was the horizontal kind - and when was the last time that had happened? Jane had been flat-out at the clinic, and he'd been dealing with all kinds of shit.Okay, this was weird. Even though he was not one for envy - it along with so many emotions, was just a waste of fucking time - he did find himself whishing he was a little closer to normal. Not that he apologized for his kink, or the fact that he was predominantly a head guy. Still, when he stood like this on the outside looking in at what his brother had, he did feel broken in some unamed way.It wasn't that he wanted to turn into the male version of Adele or some shit.Yeah, file that under Good-bye.But he did wish...Oh fuck, he didn't know what the hell he was going on about."
Vishous, The Beast, capítulo 63.

"Deus, em comparação [com a relação de Mary e Rhage], a relação dele e Jane parecia meio que... clínica.Sem dança no escuro para eles, a não ser do tipo horizontal - e quando foi mesmo a última vez que rolou? Jane está o tempo todo na clínica e ele está lidando com todo tipo de merda.Ok, isso foi esquisito. Mesmo que ele não seja um cara de sentir inveja - isso junto com um monte de emoções, era só uma puta perda de tempo - ele se viu desejando ser só um pouquinho mais próximo do normal. Não que estivesse se desculpando pela sua tara, ou pelo fato de que ele era predominantemente um cara mais cabeça. Mesmo assim, quando ele está parado desse jeito, do lado de fora, olhando para o que seu irmão tem, ele se sente quebrado de um jeito indefinido.Não é que ele queira ser a versão masculina da Adele, ou alguma merda assim.Tá bom, arquiva isso junto com Good-bye [acho que ele está falando de Turning Tables, música da Adele].Mas ele de fato deseja...Oh, caralho, ele não sabe sobre que inferno ele está divagando."
Tradução do Peixinho

Ou seja, pra mim a estória dele com a fantasma, e consequentemente, com Butch ainda não está definida.
Se bem que talvez nunca se defina, pelo que a Warden falou na tarde de autógrafos...
Saco.

Enquanto isso, fica aqui com Turning Tables da Adele.





Assail
Ele está o tempo todo com a galera da Irmandade, já que se uniu a eles pra resolver o lance dos lessers e largou o tráfico de dorgas, Manolo.

Mas não largou a danada da coca. E não é Coca-Cola.
Ele tá tão viciado que está com sangramento no nariz, tremelique e coisas e tals.
Tanto Manny, quanto Vishous sugerem que ele faça uma desintoxicação, mas deixam aberto pra ele escolher quando quiser começar o processo.
Eventualmente, no fim do livro, ele se interna na clínica da Irmandade pra se desintoxicar. Bacana.

Ehric e Evale, os primos de Assail, também aparecem bastante e são bem engraçados. Além dos caras cozinharem bem, eles não sabem falar direito e usam expressões completamente erradas. É bem legal Assail sempre corrigindo os caras.

Durante o livro ele faz duas outras coisas dignas de nota. Uma é seduzir Throe.
Isso mesmo que você leu: ele seduz o cara. Só por diversão. Só pra tirar Throe do sério.
"Rising to his feet, he faced off with the other male - and reached forward to touch the precisely tied bow at Throe's collar.As the male eyes widened in surprise, Assail pushed that body back against the stone wall, holding him in place by the throat.Then, he leaned in chest-to-chest, extended his tongue, and drew it across Throe's lower lip. [...][...] 'You taste like scotch,' Assail murmured as he reached down and cuped that massive erection. 'And you feel hungry.'Throe began to pant, much linke in the manner of Naasha, but he was frozen in place as if he were shocked equally by Assail's actions... and his reaction.'Are you,' Assail growled as he hovered above Throe's lips. 'Are you hungry... for dessert?'A strange sound came out of the male, half begging, half denial.And then Throe punched at Assail's shoulders, sending him careening bakward onto one of the platforms.Throe wiped his mouth off on his sleeve and stuck his finger at Assail'a durection. 'I don't go like that.'Assail alowed his legs to flop to the sides, exposing the arousal behind his fine slacks. 'Are you sure?'"
Assail, The Beast, capítulo 31.

"Se levantando e ficando de pé, ele encarou o outro macho - e esticou a mão para frente para tocar a gravata borboleta precisamente amarrada no colarinho de Throe.Enquanto os olhos do macho se arregalavam de surpresa, Assail empurrou aquele corpo contra a parede de pedra, o segurando no lugar pela garganta.Então, ele se inclinou para frente, peito contra peito, estendeu sua língua e a passou pelo lábio inferior de Throe. [...][...] - Você tem gosto de uisque. - Assail murmurou enquanto esticava sua mão para baixo e segurava aquela ereção enorme. - E você parece faminto.Throe começou a ofegar de maneira muito parecida com Naasha, mas ele estava congelado no lugar como se estivesse igualmente chocado pelas ações de Assail... e por sua reação.- Você está? - Assail murmurou enquanto pairava sobre os lábios de Throe. - Você está faminto pela... sobremesa?Um som estranho foi emitido pelo macho, metade desejo, metade negação.E então Throe empurrou os ombros de Assail, mandando ele desequilibradamente contra uma das plataformas.Throe limpou seus lábios na sua manga e apontou o dedo na direção de Assail.- Eu não faço essas coisas.Assail deixou suas pernas cairem para os lados, expondo sua ereção por trás de suas calças caras.- Tem certeza?"
Tradução do Peixinho

Outra coisa é que ele encontra na casa daquela dona, a Naasha, que dá o sangue e a ppk prozamigos na casa de luxo do marido véio caquético, um escravo de sangue esquelético trancado num porão escuro.
Não tem como não lembrar do Michael, da Story of Son, nem como esquecer Zsadist, que fica profundamente mexido com isso.

Assail leva embora Marckus, o escravo de sangue, que tem as mesmas tatuagens de Zsadist nos pulsos e pescoço, contando com a ajuda mais do que bem vinda de Saxton que aparece na casa na hora e empresta o carro pros dois fugirem.
Durante a fuga, Assail começa a chorar e pede ajuda para Vishous, que leva Marckus para a clínica, claro.
Termina que o cara foi escravo por 32 anos. Ele tinha ido lá, vindo do Velho Continente, para trabalhar de faz tudo, mas foi enganado, torturado e mantido como escravo por puro sadismo da Naasha.

Assail tem uma empatia instantânea com o escravo, se sente compelido a ajudar imediatamente.
Depois de tratar o cara para desidratação, desnutrição e infecções que ele tivesse, Assail leva o cara pra sua casa, lhe dá um emprego como "secretário" do lar, ou algo assim. Alguém para administrar a casa.
O que achei estranho foi Assail ficar admirando o cara e fazer observações como essa:
"As he pushed his long hair back, his face was revealed, the anomaly that led to him having no beard growth meaning that his cheeks and his jaw, his chin and his throat, were available to the cousins' curious eyes.Indeed, Assail thought to himself, the male was rather something to behold."
Assail, The Beast, capítulo 69

"Enquanto ele [Marckus] jogava seu longo cabelo para trás, sua face foi revelada, a anomalia que o levava a não ter barba significava que suas bochechas e maxilar, seu queixo e garganta estava disponíveis para os olhos curiosos dos primos.De fato, Assail pensou consigo mesmo, o macho era mesmo algo a se admirar."
Tradução do Peixinho

Que Assail é bi eu já desconfiava por conta do Throe, mas será que isso quer dizer que o Marckus pode ser gay? Se for gay, será que finalmente teremos o par para o fofura do Saxton?

Depois que Marckus está a salvo, Assail junto com a turminha do barulho da Irmandade voltam à casa da mulher, Zsadist fez questão absoluta de ajudar a vingar Marckus, mesmo que o Rei se opusesse, o que não aconteceu. 
Assail mata Naasha e eles queimam tudo. Nessa, Assail entra numa de que quer morrer porque sua vida não tem sentido, bla-bla-bla, mas Zsadist não deixa e resgata o cara do meio do fogo.
Zsadist é muita delícia num vampiro só.

Aliás, só pra terminar com a turma do Assail, ele deixa o Saxton lá na casa da piranha e vai embora com o carro dele quando resgata Marckus. Throe, que é um cara perigoso, percebe que o carro de Saxton não está mais lá. Não há mais nenhuma menção ao Sax.
Fiquei meio preocupada. Será que Throe fez alguma coisa com ele quando percebeu que ele ajudou Assail?


Xcor
Xcor toma uma paulada na cabeça dada por Vishous logo no início do livro, quando ele vai bisbilhotar a treta que rolou na escola onde a Irmandade mata praticamente todos os lessers existentes no mundo e Rhage toma o tiro.

Depois disso ele passa o resto do livro desmaiado. Ele é levado para a clínica, onde Layla sente sua presença, mas não pode ir lá dar uma conferida.
Diagnosticam que ele teve um derrame. Comassim, zenthy? Paulada na cabeça dá derrame? Algum médico aí pra confirmar?
Achei bem besta.
Uma hora eles dizem que ele está com o lado esquerdo paralisado, outra dizem que é o lado direito. Mais uma vez esse problema de direta-esquerda da Warden. Assim como a mão tatuada e o olho esquisito do Vishous e as cores dos olhos de Qhuinn.
Aliás, será que ela deixou de lado o fato dele ser daltônico? Vira e mexe ele faz observações sobre as cores como se isso tivesse sido completamente esquecido e ignorado.

Depois do estado do cara não se alterar por uma tempão, eles transferem o cidadão para a Tumba da Irmandade, onde ele é vigiado o tempo todo pelos Irmãos em turnos alternados.

Ele acorda do coma exatamente na hora em que Layla entra em trabalho de parto e pimba. Encerrou-se sua participação no livro.

Sobre o resto dos Bastardos, pelo que entendi, eles cansam de procurar por Xcor e decidem voltar pra Europa.


Layla
Vou aproveitar esse tópico e falar de Qhuinn e Blay também.
Layla está na clínica porque é claro que nenhuma vampira consegue ter uma gravidez tranquila. O que me deixa bastante frustrada com essa chatisse da Warden. Se é assim tão difícil ter filhos, como é que existe algum vampiro vivo? Como todas as fêmeas que tiveram filhos ainda estão vivas? E quando não tinha cuidados pré-natais, hospitais, etc?
Gente, ou bem a mãe tá quase morrendo, ou bem ela perde o bebê, ou bem a criança é prematura.
É um porre!!

Enfim, ela está de 9 meses, o que quer dizer que a cria tá formada no útero, mas ainda poderia ficar mais nove meses dentro da barriga dela.
Nesse meio tempo ela tem vários alarmes falsos.
Ela também fica coleguinha de clínica do Luchas, já que os dois estão ali naquela merda. O cara agora parece saber que o irmão é gay, muito bem acompanhado e que vai ter filhos. Não parece surpreso, não parece incomodado. Ele é bem reservado.
Eu achei que a hora em que Qhuinn fosse falar essas coisas sobre sua vida para o irmão seria um momento importante, mas simplesmente não se tocou nesse assunto.

Ela vai dar uma volta lá do Outro Lado pra tentar descobrir a estória de Xcor e descobre que ele é irmão de Tohrment.
Agora, veja só que treta: Tohr super tá afim de matar Xcor pelo que ele fez contra o Rei, mas agora não vai poder matar porque Xcor é seu irmão. Deu ruim.

De volta ao plano de cá, ela entra em trabalho de parto e mais uma vez é aquele drama total,
Cesariana e crianças prematuras. 

Uma das crianças nasce morta, a menininha.
E a cena de Qhuinn assistindo sua filha nascer molinha e cinza é de partir o coração. Eu chorei de verdade com ele.
"He had seen an image on that door.The image of a young female with blond hair and eyes that were shaped like his - eyes that changed color before him from the precise shade of Layla's to the mismatched blue and green of his own.With an animal's cry of pain, he bellowed into the OR, screaming with an agony he had never felt before -He had guessed wrong. He had... been wrong. He had misinterpreted what he had seen.The vision on the door had been not the prediction of a daughter to come.But a daughter he had lost in birth.A daughter... who had died."
Qhuinn, The Beast, capítulo 60

"Ele tinha visto uma imagem naquela porta.A imagem de uma jovem fêmea com cabelos loiros e olhos com o mesmo formato dos dele - olhos que mudaram de cor na sua frente do tom exato dos de Layla para os seus azul e verde descombinados.Com o grito de um animal sofrendo, ele berrou dentro da sala de operação, gritando com uma agonia que ele nunca havia sentido antes.Ele adivinhou errado. Ele estava... errado. Ele tinha interpretado mal o que tinha visto.A visão na porta não tinha sido a previsão de uma filha a nascer.Mas sim de uma filha que ele tinha perdido no parto.Uma filha... que tinha morrido."
Tradução do Peixinho

Mas aí, Vishous tem uma ideia foda, Ele chama sua irmã, para mais uma vez salvar a filha de Qhuinn. Payne coloca a mão de Qhuinn sobre a bebezinha e a sua própria mão por cima da dele e passa energia para a garotinha até desmaiar.
A garota revive e é só alegria.

Eles colocam os dois bebês em encubadoras, sob luzes ultravioletas para aquecer.
É bem fofo o Blay apaixonado pelos bebezinhos.
"The incubators are separeted by about three feet. Brilliant blue lights were shining down on the tiny little forms, and, oh... Fates... the wires, the tubes...That was when she got a little light-headed.'Don't you love the sunglasses,' Blay commented.Suddenly, she laughed. 'They look like mini-Wraths.'"
Layla, The Beast, capítulo 63

"As incubadoras estavam separadas por cerca de um metro. Luzes azuis brilhantes estavam acesas sobre as pequenas formas e, oh, destino... os fios, os tubos...Foi quando ela ficou um pouco aérea.- Você não ama os oclinhos escuros? - Blay comentou.De repente, ela deu uma risada.- Eles parecem mini-Wraths."
Tradução do Peixinho

Depois é só fofura. Ela coloca na garotinha o nome de Lyric, que é o mesmo que o da mãe de Blay, e diz que os pais de Blay são os únicos vovozinhos que as crianças jamais terão. Blay fica todo emocionado.

Depois tem a linda cerimônia de "batismo", por falta de um nome melhor.
Tá todo mundo lá, inclusive os Sombras, os pais de Blay, as Escolhidas, todos os Irmãos, família Rhage/Mary/Bitty.
Todos vão homenagear as crianças e Wrath aceita o pedido de Layla e Blay de darem um nome de Irmão para o garotinho. Ele vai ser chamado de Rhampage.
"Rampage" é a palavra em inglês para tumulto, alvoroço, confusão, excitação, barulheira. Ou seja, tomara que o mulequinho seja uma peste! Huahahahaha


Virgem Escriba
Não sei se é pela falta de gente puxando o saco dela, se o poder gastou ou se ela simplesmente encheu o saco, mas a Virgem Escriba está indo pro saco.

Quando Vishous encontra com ela logo no começo, a véia já é só uma sombra do que já foi. Depois, quando ele volta pra tirar satisfações sobre o que está acontecendo, ela simplesmente desapareceu e foi pra junto do Criador.

Ela deixa uma carta dizendo que se foi e que o Criador deixou que ela escolhesse um sucessor. Disse também que, por ser legal, não vai escolher nem Vishous nem Payne. A Warden já disse quem vai ser na tarde de autógrafos, mas eu conto já-já.

Enfins, a praga desistiu e foi pro saco.
E agora, gente? Faz sentido ela desaparecer e deixar sua criação pra trás?

Aproveitando que ela se foi, podiam rolar umas mudanças, hein? Uma coisa que me incomoda demais é a susceptibilidade  ao Sol. Se eles comem, cagam e fazem um monte de outras coisas que os vampiros de outras linhas não fazem, porque eles também não são resistentes ao Sol? Isso é muito limitante, cara. Muito chato.

Outra coisa que me deixa um pouco irritada é que os machos precisam beber sangue de fêmeas e fêmeas precisam beber sangue de macho. Vamo parar com essa palhaçada! Sangue é sangue, seja de que gênero for. Acho chatão Blay e Qhuinn terem que usar uma outra fêmea quando seria totalmente aceitável que eles somente bebessem um do outro.

E a porra do equilíbrio? Ômega perde o sentido sem Virgem Escriba pra se opor. 
Aliás, Ômega também tá meio fudido, sem praticamente ninguém do seu lado.
Enfins, acho que não é só a representante da luz que vai mudar, talvez o representante do Cramulhão também mude.


Jo
Ela aparece no livro e primeiro a gente não entende o que ela está fazendo ali.
É outra órfã na estória, mas é uma adulta que cuida da própria vida. Me lembrou a Beth.

No final a gente descobre: ela é irmã de Manny.
Um amigo dela repórter pesquisa sobre o passado dela e descobre que o pai dela é o mesmo pai de Manny, consequentemente,  mesmo pai de Butch.

Não fica claro se ela já passou da época de sofrer a transformação em vampira, mas creio que vamos descobrir em breve.


Esses foram os spoilers do livro The Beast.

Você ainda tem energia e disposição para continuar lendo?

Sim?
Então vamos aos spoilers dados na Tarde de Autógrafos do dia 09 de abril!


Spoilers da Tarde de Autógrafos


(crédito da imagem para Entertainment Weekly)
Para não cansar vocês nem gastar seu tempo, ou o meu, vou colocar direto em português, naquela tradução marota do Peixinho, as perguntas que li diretamente no Facebook da Warden.

As perguntas foram feitas pelas pessoas presentes na Tarde de Autógrafos e as respostas foram dadas pela Warden.
Em algumas perguntas eu vou dar minha opinião abaixo. Fiquem à vontade para dar as suas ali embaixo nos comentários também. :)

Se quiserem ler a versão original, cliquem no link e divirtam-se!

P: De quem será o próximo livro?
R: Xcor e Layla. O título será "The Chosen".
Comentário da Gabi: "The Chosen" em português é "a escolhida" OU - e é um graaande "ou" - "o escolhido". Em algumas palavras em inglês não se separa gênero, o que foi um dos motivos da grande confusão na tradução do Lover Reborn, que poderia se "Amante Renascida", se referindo à Autumn ou "Amante Renascido", se referindo ao Tohrment, que foi como ficou no final. Eu acho que esse livro tanto vai falar sobre a Layla como também poderia falar sobre a pessoa escolhida para substituir a VE.
Vamos aguardar.

P: As estórias mudam conforme você vai escrevendo?
R: Elas me deram umas voltas. E acho que alguma coisa vai acontecer e então, do jeito que a estória se desdobra, contradiz o que eu estava esperando.

P: Ano passado você nos disse que Murhder apareceria mais. Quando???? Quando você vai voltar a Nashville?
R: Vou voltar a Nashville, mas não sei se será em um dia de semana. Vai ser por ocasião do lançamento de The Angel's Share (o próximo livro da série The Bourbon Kings).
Sobre Murhder, eu esperava que ele aparecesse nesse livro. Um dos problemas é que, quando começo um livro, não tenho ideia pra onde a estória vai. Nós não fomos longe o sugiciente dessa vez. Gostaria de prometer que ele estará em The Chosen, mas não posso.
Comentário da Gabi: Não sei o que quer dizer essa história de Nashville. Será que ela foi fazer Tarde de Autógrafos por lá também? Quem souber, deixa aí nos comentários.
Não li nada do Bourbon Kings. Nem me interessei. Pela minha experiência com Fallen Angels, onde era pra ser de um jeito e terminou de outro, com ela esquecendo a premissa dos sete pecados capitais, prometendo 7 livros e encerrando a série com 6, eu fiquei meio decepcionada com séries paralelas dela.

P: Sobre o quem vai ser o próximo livro da The Black Dagger Legacy?
R: Será sobre Axe. Vocês ainda não conhecem sua heroína. Mas eu já delineei e vou começar a escrever em breve.
Comentário da Gabi: Entonces, pipow, não deve ser novidade pra ninguém que ela está escrevendo um spin-off da Irmandade. A nova série se chama The Black Dagger Legacy. Que eu saiba, não tem um final fechado em quantidade de livros. A série trata dos alunos do novo programa de treinamento de guerreiros. Eu acho que The Beast ocorre antes do programa começar de fato.
O primeiro livro da série foi lançado no final do ano passado e se chama Blood Kiss. Não sei se tem previsão de sair em português.
Já li. É legalzinho. Tem não só os recrutas, mas também muita treta da Irmandade. Em Blood Kiss a personagem principal é a Paradise, filha de Abalone, o primeiro conselheiro do Rei. Ela se apaixona por um civil, o Craeg. Oh, drama... Enfim, o treinamento é bacana, o teste para entrar é legal também.
Tem muita Marissa e Butch. Ele sempre com aquela culpa católica chata. Esse livro poderia ter sido usado pra eles mostrarem como são chatos juntos, mas é mais um daqueles que têm releituras da relação, onde os dois estão passando por uma "fase".
Não posso prometer resenha, porque não me marcou muito, sabe.

P: Você vai escreve outro Guia?
R: Estou tendo problemas com minha agenda atualmente. Tá mega lotada. Mas já é tempo. Nós tivemos livros o suficiente, então tem informação que baste. É questão de encaixar na minha agenda.

P: No próximo Bourbon Kings, The Angel's Share, vamos descobrir quem matou o velho?
R: Mmmm. Sim. Talvez. Um pouquinho. Continue lendo.

P: A Jo Early vai passar pela Transição no próximo livro?
R: Continue lendo.

P: A Virgem Escriba vai voltar?
R: Não tenho como responder isso.
Comentário da Gabi: Não dá pra saber se ela não tem como responder porque não pode ou porque não sabe o que vai acontecer.

P: Marckus, o escravo de sangue, é importante?
R: Eu diria que todo mundo no livro é importante.

P: Eddie e Adrian (da série Fallen Angels) vão aparecer (nos livros da BDB)? Quando?
R: Sim. Continue lendo para saber quando.

P: Você sabe quem vai substituir a Virgem Escriba?
R: Tá de sacanagem comigo? É o Lassiter!
Comentário da Gabi: AMEI esse desfecho!!! Imagina o Lassiter dando as cartas!! Vai ser muito legal!!

P: Quando Vishous faz o comentário de que se lembra da Jane caindo dentro do Audi amassado quando ela morreu, isso não faz muito sentido, já que ela não morreu em um acindente de carro. Então por que o Audi estava amassado?
R: Sim, porque Jane morreu de um tiro dentro do carro. (Olhando no livro) Ok, tem um erro no livro. Deveria dizer "corpo embolado" ao invés de "Audi amassado". Algumas vezes as correções não chegam na fase de edição e na cópia final do livro. Vou corrigir, eu prometo!

P: s'Ex é um garoto?
R: Sim, s'Ex é um garoto. Vamos ver mais dele.

P: Você escolheu Lassiter de propósito para substituir a VE?
R: Isso teria sido maravilhoso, mas as estórias não funcionam assim. Mas a ironia não é excelente?

P: Se você pudesse escolher um irmão para ser seu, qual seria?
R: É como uma caixa de chocolates: por que escolher só um? Mas só existe um para mim. Zsadist.

P: Por que Boo não estava no livro?
R: Porque toda vez que Boo está no livro, Lassiter coloca a sunga fio dental do Borat e canta "What's up, pussycat?" ("Qualé, gatinha?" Tradução do Peixinho). Não iria colocar isso no livro.
Comentário da Gabi: O nome certo da música é "What's new, pussycat?", algo como "Qualé a boa, gatinha?"


P: Axe é parente de Nasa?
R: Continue lendo?
Comentário da Gabi: É o pessoal do The Black Dagger Legacy.

P: Lassiter consegue alguém?
R: Lassiter definitivamente vai ter seu próprio livro. Ele é muito fabuloso para não ter.
Comentário da Gabi: Impressão minha ou ela não respondeu à pergunta?

P: Vamos ver mais de Devina? (da série Fallen Angels)
R: Devina definitivamente vai voltar. E eu acho que Devina e Lash são um casal feito no inferno. Então...

P: Parece haver uma discrepância entre o que sabemos sobre Butch, Manny e seu pai e o que aprendemos sobre o pai de Jo Early.
R: O pai deles tem um estória muito conturbada. Há segredos que Manny não sabe sobre ele mesmo ou sua mãe. A idade de Manny, e outras coisas, não são o que Manny pensa que sabe. Coisas foram escondidas, e há uma surpresa sobre de quem ele é parente. Butch tem um grande processo de cura a passar relacionado com sua irmã que morreu, então há um monte de possibilidades sobre essa relação com Jo. Mas vai levar um tempo.

P: O jeito que Lyric foi ressucitada por Payne duas vezes vai resultar em algum efeito mágico em Lyric?
R: Payne está perdendo a habilidade de reviver e curar as pessoas. Suspeito que a VE não jogou o fardo de fazer o seu papel sobre nenhum de seus filhos como uma maneira de mostrar seu amor por eles. Mas não, não espero que isso tenha algum efeito sobre Lyric.

P: O Criador contou para Lassiter que esse seria seu destino?
R: Não, sinto que é papel da VE escolher seu próprio sucessor.

P: Qual o papel de Vishous na vida de Lassiter que fez com que os dois se odiassem?
R: É muito complexo e conturbado. Vishous teve relação na perda do amor da vida de Lassiter. Mas vai levar um tempo para a gente chegar ao ponto onde poderemos descobrir a estória toda.

P: Lassiter tem nome?
R: Sim, mas não vou contar pra vocês.

P: O quão longe no futuro você vê (a estória dos livros)? Você vê as crianças e seus futuros?
R: Eu com certeza vejo O pequeno Wrath, Nalla e os outros. Eu adoraria escrever o livro de Nalla, mas teria que sair da linha do tempo e ir trinta ou quarenta anos no futuro.

P: Saxton vai ter seu "felizes para sempre"?
R: Continue lendo.

P: Vai ter um livro para a Virgem Escriba?
R: Não, ela não ganha um livro. Nem Fritz.

P: Marisol val voltar?
R: Sim.
Comentário da Gabi: Que saco. Assail é definitivamente muito mais legal sem essa picolé de chuchu.

P: Marisol está grávida?
R: O quê? Não! Seria uma surpresa para nós duas se ela estivesse.

P: Quando eles vão descobrir que Lassiter substituiu a VE?
R: O poder foi transferido. Ele está esperando a pior hora possível para revelar.

P: Em Dark Lover (Amante Sombrio) quando Wrath concorda em assumir o trono, qual era o favor que ele devia para a VE? Esse favor será transferido?
R: Continue lendo.

P: Blay e John Matthew serão induzidos à Irmandade?
R: Sim. Não posso dizer quando. Minha pergunta é: eles vão iniciar Payne antes? E como isso vai funcionar com ela sendo uma fêmea e eles realizando a cerimônia peladões?

P: Qual será o próximo livro da série The Black Dagger Legacy?
R: Se chamará Blood Vow ("Voto de Sangue", tradução do Peixinho). A heroína de Axe é irmã da prima que morreu em Blood Kiss.

(crédito da imagem para Entertainment Weekly)

P: No confronto na escola, eu estava esperando que todos os guerreiros estivessem lá, incluindo os Sombras, Xhex e Payne.
R: Payne está envolvida em alguma coisa. Eu não estava vendo ela, então ela está planejando alguma coisa, mas não sei o quê. Trez está deprimido e não passa muito bem e precisa se estabilizar. Acho que ele têm estado fora, no território s'Hisbe para voltar a ser ele mesmo. Xhex tem estado nas boates.

P: É algo significativo Vishous tropeçar?
R: Sim, é. Se você notou, Payne também está se queixando de fraqueza, nada relacionado com o nascimento dos gêmeos. Então tem alguma coisa acontecendo.

P: O nome "Irmandade" vai mudar porque uma fêmea vai fazer parte do grupo?
R: Não, acho que não. Isso é tradicional. Mas não sou em quem decide. Você acha realmente que as mulheres que forem introduzidas ligam para como o grupo é chamado?
Comentário da Gabi: Em inglês "brotherhood" vem de "brother", que é irmão do sexo masculino. Irmã é "sister", portanto pra englobar ambos os gêneros de irmãos, um termo que poderia ser usado seria, na minha opinião, "siblinghood", palavra essa que eu nem sei se existe. "Sibling" é o termo para irmãos em geral, mas também não acho que ficaria legal.

P: Quando John Matthew for introduzido, ele já não terá a cicatriz? (então ele precisa ganhar uma nova?)
R: Eles vão socar novamente. Ele vai desejar isso. Tem um monte de tradição e estória por trás da BDB. Ele não vai querer se apoiar somente na sua marca de nascimento.

P: Vai ser revelado que JM é Darius?
R: Tanta gente pergunta isso. Mas, não dá para revelar isso. Foi um trato feito, e não importa se a VE não está mais no comando. A questão central é o que ele negociou, então ele cedeu um símbolo de suas habilidades. Você não pode reescrever as regras porque a VE se foi. Mas isso mudaria todos os relacionamentos. Tohr iria de uma figura paterna para melhor amigo.
Comentário da Gabi: Cacete, sempre tem um retarda que faz essa merda dessa pergunta. Não sei como ela ainda segue respondendo. Se fosse eu, dava logo uma patada.

P: Noventa por cento da Sociedade de Redutores foi eliminada e a única maneira de terminar com isso é destruir Ômega. Já conhecemos a pessoas ou arma capaz de fazer isso?
R: (galera gritando "Butch, Butch") O que não sabemos é: o que Butch está esperando? é um "continue lendo".

P: Assail fala de seus nada legais irmão e irmã. Nós os conhecemos ou vamos conhecer?
R: Nós não os conhecemos ainda, mas não sei se iremos. Suspeito que eles ainda estejam no Velho País. Mas não tenho certeza.

P: Acabei de ler o livro do Tohr. Não ligo para spoilers. Nós vamos algum dia saber mais sobre o passado de Darius?
R: Você verá mais sobre isso quanto mais longe for na estória. Eu adoraria escrever alguns livros que voltassem e nos dessem a estória da Irmandade.

P: Novo vai ter seu próprio livro?
R: Sim, e ela é definitivamente bissexual. Eu sei com quem ela termina, e não é uma fêmea.

P: Assail vai ter seu próprio livro?
R: Assil com toda certeza terá seu próprio livro.

P: Murhder é o tio de Bitty?
R: Não, ele não é.

P: Ehric e Evale vão dividir uma companheira?
R: Não, acho que não. Se um deles se apaixonar, eles não vão querer ver seu amor sendo traçado pelo seu irmão.

P: Existe como Xcor se redimir perante os Irmãos?
R: Absolutamente sim, e ele já se redimiu. Está nos livros. Pensa sobre isso.
Comentário da Gabi: Não faço a menor ideia! Alguém tem alguma teoria? Hypia?

P: Veremos Aghony, o filho de Phury? (o nascimento de Aghony, filho de Phury e Cormia, é encontrado numa cena deletada no Guia da série. Acontece em alguns anos no futuro, cerca da época em que Nalla tiver algo como uns cinco anos)
R: Sim, definitivamente veremos mais do filho de Phury. (em próximos livros)

P: Como você cala isso? (as estórias e personagens)
R: Você não cala.
Comentário da Gabi: Creio que a pessoa perguntou sobre as ideias que vem na cabeça dela.

P: Vamos descobrir os que está nos caixões?
R: Sim, vocês vão descobrir.
Comentário da Gabi: Acho que li em algum lugar que são os primeiros vampiros criados pela Virgem Escriba do nada. Alguém leu algo diferente?

P: Murhder é pai de Butch, Manny e Jo?
R: *Warden sai andando.
Comentário da Gabi: Não sei se ela fez isso porque é uma pergunta muito idiota ou se é porque a pessoa acertou na mosca. Mas acho que alguém, em algum momento, já fez essa pergunta em outra Tarde de Autógrafos e a resposta foi não.

P: Butch e V algum dia vão ter um lance?
R: Existem algumas coisas que devem permanecer atrás de portas fechadas.
Comentário da Gabi: Eu, particularmente, acho que rola muito mais do que a gente imagina quando V faz a limpeza depois de Butch ingerir lessers. Eles tem que ficar abraçados, quem sabe até nus. E, não é nada, não e nada, Vishous fez Butch gozar uma vez, lembram? Quando ele deu um pouco de seu sangue para Butch. E ele ficou segurando Butch enquanto via seu "amigo" passar pela deliciosa agonia de ter um orgasmo. Ainda acho que essa estória não está resolvida.

P: Marissa e Butch algum dia vão ter filhos?
R: Eu não prevejo isso, o que não quer dizer que não vá acontecer.

P: Harvers vai tem uma companheira?
R: Não, Harvers não vai ter uma companheira. Não suporto o idiota. Queria dar um soco na garganta dele.

P: Vem mais bebês por aí?
R: Não sei.

P: Da Story of Son (História de Filho), veremos Michael entrar para a Irmandade?
R: Não sei sobre Michael, mas gosto de pensar que sua filha poderia.

P: Poderia nos dar alguma dica sobre pra onde a estória de Assail está indo? Como Sola se encaixa nessa estória?
R: Assail está tendo uma semana ruim. Ele está a caminho da reabilitação. Sola conheceu um cara, mas Assail ainda não sabe disso. E sim, Assail e Sola terminam juntos.

P: Algum dos dois, JM ou Xhex, vai se vingar do cara que o estuprou quando ele era um pretrans?
R: Eu acho que ele já deve ter encontrado um desfecho ruim, mas vamos ver.

P: Phury foi mais perseguido que outros, que também tiveram seus problemas.
R: Porque essa é a natureza do vício. Você tem que, em algum momento, dizer "é afundar ou nadar." Seu problema é diferente dos problemas de todos os outros. Phury, uma hora chegou ao ponto em que pediu ajuda, mas quando você compara com Assail, que resolveu agir ele mesmo, você chega à conclusão de que não é Phury que é diferente, é a natureza do problema que é diferente.

P: Assail parece ter criado uma ligação imediata com o escravo de sangue que ele regatou. É verdade?
R: 100% verdade.

P: Vishous está perdendo seu poder?
R: Não, mas eu acho que quando sua mãe se retirou do continuum do tempo-espaço houve uma mudança no poder. E eu quero ser a primeira pessoa a ver Vishous se dar conta de que Lassiter assumiu o lugar da VE. Se tem um filho da puta que você jamais acreditaria que estaria no comando de tudo seria Lassiter. Ninguém vai acreditar na sua palavra, então vai ter que rolar algum tipo de prova definitiva.

P: Vamos descobrir mais sobre Craeg e Paradise em outros livros?
R: Sim, acredito que vamos ver mais dos dois em outros livros.

P: A irmã de Throe está morta?
R: Eu nunca disse nem que não, nem que sim. Ele tem as cinzas, mas você nunca as viu, né?

P: Vamos ver mais dos Irmãos originais em outros livros da série The Brotherhood Legacy?
R: Vocês vão ver alguns dos Irmãos originais em Blood Vow. Há um problema não abordado sobre o tio de Bitty. Isso precisa ser resolvido antes do fim dos seis meses, então será abordado em Blood Vow.

-------------------------------------------------------------------------------------------

Ainda vivos?

Parabéns a você que conseguiu ler até aqui!!

Isso só prova que você é curioso e tem tempo de sobra. Hehehehe

Os comentários estão abertos. Fiquem à vontade para escrever e perguntar o que quiserem. Se eu souber responder, será um prazer!

Também estou louca pra saber suas opiniões, teorias e revoltas.

Beijocas, Peixinhos!

7 comentários:

  1. Gabiiiii :) gostei muito de The Beast, mas mais por causa de todos os outros personagens do que por causa de Mary e Rhage, o que me deixou meio chateada... E o V querendo um pouco de "normalidade"... Ora, eu sempre a achei a presença dele e da Jane, como casal, super importante pra representatividade. Nem todo mundo é super romântico guti guti meloso e nem por isso o amor deles é menos válido. Isso foi ouuutra coisa que me deixou chateada. Sobre a tarde de autógrafos, eu racho de rir com algumas perguntas... Que já foram feitas trezentas mil vezes antes e as pessoas gastam a oportunidade preciosa pra perguntar DE NOVO... E senhora engalobada que ela deu (na minha opinião) falando que a natureza do vício do Phury (meu fofs) é diferente... Me poupe, haha. Enfim gostei bastante do livro e estou ~doidinha~ pelo próximo como há muito tempo eu não ficava. Saudades docê, bj

    ResponderExcluir
  2. Hey Gabi, você tem toda razão de chamar a Sola de picolé de chuchu e acrescente a Marissosa e a chata da Jane. Eta fêmeas duro de aguentar na série. Pelo amor de deus, quem fica noiva por 300 anos e não se toca que o cara não tá afim. Sem contar o drama da sonsa na primeira vez com Butch.
    Também nunca gostei da Jane, acho um pé no saco essa coisa da mocinha ser mandona, prepotente e arrogante. Butch e Vishous tão ferrados com essas duas. Por mim mandaria a Marissa de mãos dadas com a Jane para a Europa, sei lá, montar outra unidade de Lugar Seguro e desaparecer. Assim Butch e Vishous finalmente ficariam juntos que é o certo, porque foram feitos um para o outro. Amo Z, eu arrumaria mais uma companheira para ele, não que eu não goste da Bella, mas acho que ele merece ter duas fêmeas. bjs!!!

    ResponderExcluir
  3. Deu para perceber que sou apaixonada por Butch, Vishuos e Zsadist. Ainda bem que eu me realizo através das fanfics Vutch que eu achei nos blogs da Espanha, são demais.É tudo o que eu gostaria de ver nos livros originais e eu sei que não tem a mínima chance, mas não custa nada sonhar. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Concordo Roseli!! As Vutch espanholas são TUDO que eu queria ler sobre o relacionamento entre V e Butch e a Ward não teve coragem de encarar. Essa historinhinha dela dizer que "algumas coisas devem permanecer sobre portas fechadas" M.E. M.A.T.A. No vero... acho que a Ward, que não é bobão está guardando.... cozinhando a gente até o desfecho da série. #sonho...

    ResponderExcluir
  5. Gaby, adorei o post e os mil e um spoilers!!!!!

    ResponderExcluir
  6. oiii sou nova por aqui mas confesso que leio a pagina há um ano. Gosto muito!!!
    Então, como todos, tenho meus alguns personagens favoritos. Z, Lassiter, Xcor, os primos de Assail....
    Minha opinião sobre a posição de Xcor quanto ao Rei: quando Throe deixa o bando dos bastardos (livro "Os Sombras"), ali Xcor deixa claro que naõ tem mais nada a fazer afinal o rei está onde o povo o colocou e tambem quando ele descobre que Wrath deixou Bete para continuar reinando. Ali ele reconheceu que Wrath merece ser o rei, afinal ele admira o macho vinculado conseguir deixar sua femea pelo trono. (mesmo sendo uma grande armação de Bete com o casamento humano/vampiro...livro "O Rei")
    Gosto quando mostra a fragilidade e o "medo" desses machos enormes, assassinos, cruéis....
    Me diverti muito com Assail e os primos na cena onde a vó da Sola entrar na casa deles e ja chega chegando (livro "O Rei"). mesmo sendo uma senhorinha baixinha e super católica,os três ficam sem reação diante de sua autoridade...kkkk
    Lassiter como Elvis celebrando o casamento humano de Wrath e Bete..... hilário e ao mesmo tempo emocionante.
    Zsadist.....own Z. Nem precisa falar ne??? Consegui achar duas cenas engraçadas com ele. Quando Rhage tenta fazer boca a boca com ele pouco depois dele tomar um tiro e logo depois quando Quinn pousa o avião com ele (livro " amantes finalmente") Na realidade , toda a cena do avião foi ótima!
    Amo essa Série!

    ResponderExcluir
  7. Cara!!! Amei isso aqui, finalmente alguém que entrega tudo o que lê sem aquele pudor bobo de "não vou estragar o suspense" para o cara que ainda não leu. Eu não me importo nem um pouco de ler primeiro o final do livro e pra mim só aumenta o tal do suspense por que então a pergunta passa a ser: o que acontece para tudo acabar desse jeito? Mal posso esperar pelo próximo livro!!!!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...